NAC faz valer mando de campo e goleia o América-TO por 4 a 2

Se a estreia em casa não tinha saído como imaginado, o retorno ao estádio Soares de Azevedo neste Módulo II foi em grande estilo: com um primeiro tempo irretocável, o Nacional conseguiu vencer o América, de Teófilo Otoni, por 4 a 2 e fez a alegria da torcida.

Com ritmo bastante intenso, o NAC conseguiu construir o placar de 3 a 0 ainda na primeira etapa. Mas o América voltou para o segundo tempo disposto a buscar um melhor resultado, chegou a fazer dois gols e a pressionar em busca do empate, mas João Willian fez o quarto gol do Nacional e decretou a vitória.

Com o resultado, o NAC vai a 9 pontos na classificação oficial da Federação Mineira (que considera os pontos de vitória sobre o desistente Tricordiano apenas quando os times o enfrentariam) e ocupa atualmente o 5º lugar.

Se for considerado os pontos para todos contra o Tricordiano, o Nacional é vice-líder, a um ponto atrás do Serranense.

O próximo desafio nacionalino será fora de casa, contra o Democrata de Governador Valadares, na próxima segunda-feira, às 20h.

 

O JOGO

Sem o lateral-esquerdo Matheus do Ó, suspendo com o terceiro amarelo, o treinador Duílio teve que improvisar: colocou o lateral-direito Jairo para jogar na esquerda e o meia Igor Salles foi para o lado direito.

E o NAC começou o jogo já pressionando o América. Pelo volume de jogo, até que o primeiro gol demorou a sair: aos 27 minutos, João Willian cobrou escanteio fechado e o goleiro Doni acabou jogando contra a própria meta. Seria o primeiro gol olímpico no novo Soares de Azevedo, mas a arbitragem acabou dando gol contra de Doni.

Cinco minutos depois, veio o segundo gol: Rodrigo Paulista deu belo lançamento para Lucas Sales, que finalizou. O goleiro Doni defendeu, mas no rebote, o próprio Lucas Sales empurrou para o fundo das redes para fazer 2 a 0.

E o que já era bom ficou ainda melhor: já nos acréscimos, João Willian cobrou falta ensaiada, Lucas Sales se antecipou ao zagueiro e sofreu pênalti. Gleisson foi para cobrança e ampliou.

Tudo parecia controlado, mas o futebol tem das suas….

Na volta para o segundo tempo, o América veio com outra postura. Aos 5 minutos, após cobrança de falta na área, o zagueiro Bruno Simões fez gol contra e o time de Teófilo Otoni diminuiu.

Antes de a bola sair no meio-campo, mais um duro golpe para o Nacional: o atacante Gleisson foi expulso.

A equipe visitante se empolgou e veio para cima do NAC. A pressão funcionou e aos 17 minutos, Iury cobrou falta com perfeição para fazer o segundo.

A tensão tomou conta do Soares de Azevedo. Mas o dia era mesmo do Nacional. Aos 22 minutos, Jairo deu linda arrancada pelo lado esquerdo e rolou na medida para João Willian acertar um lindo chute para fazer 4 a 2.

A partir daí o jogo ficou mais controlado e o placar não teve mais alterações. Vitória importante para o NAC.

 

FICHA TÉCNICA

NACIONAL 4 x 2 AMÉRICA-TO

Motivo: Módulo II do Campeonato Mineiro

Data: 11/03/2019 (Segunda-feira)

Hora: 20h

Local: Estádio Soares de Azevedo (Muriaé)

Árbitro: Vinicius Marcius Santos Marinho Gil

Auxiliares: Rodney Faria Lima e João Paulo Gomes Pereira

Cartões Amarelos: João Willian e Yuri (NAC); Pedro e Rodrigo José (América)

Cartão Vermelho: Nacional: Gleisson (5”2ºT)

Gols: NAC: Doni (contra, aos 27 minutos do 1ºT) Lucas Sales (aos 32 minutos do 1ºT), Gleisson (aos 46 minutos do 1ºT) e João Willian (aos 22 minutos do 2ºT); AMÉRICA: Bruno Simões (contra, aos 5 minutos do 1ºT) e Iury (aos 17 minutos do 2ºT)

NACIONAL

Léo Flores, Igor Salles, Vidal, Bruno Simões e Jairo (Igor Caldeira, 27”2ºT); Rodrigo Paulista, Léo Índio e João Willian; Mateus Jorge (Wagner Jr, 34”2ºT), Lucas Sales (Yuri, 20”2ºT) e Gleisson. T: Duílio

AMÉRICA-TO

Doni; Mayk (Geovane, int.), Washington, Alemão e Iury; André, Pedro (Brunetto, 9”2ºT), Michel Cury e Chris (Mailson, 23”2ºT); Rodrigo José e Richard Tank. T: Bruno Barros

 

Deixar um comentário